Preocupado em amenizar os problemas causados pela estiagem, a administração municipal segue a todo vapor com o maior programa de perfuração de poços artesianos da história de Lagoa Grande. ontem (23) por exemplo, mais dois poços foram perfurados, desta vez no Sítio Belém, nas propriedades do senhor Reinaldo e dona Francisca.

O programa de perfuração de poços tem procurado levar dignidade e água, um elemento essencial à saúde e sobrevivência, às comunidades do interior. O poço do senhor Reinaldo no Sítio Belém, tem uma vazão estimada em 15 mil litros/hora. Com essa quantidade de água o morador vai poder compartilhar com seus vizinhos. Emocionado com a ação, o senhor Reinaldo festejou a vazão do seu poço.

 

“Vendo essa riqueza na minha roça, só tenho que agradecer a Deus e ao prefeito. Esse poço marca uma nova fase da nossa história, vamos sair dessa grande seca, comprando todo mês uma carrada de água que custa de R$ 170 a R$ 200 reais. O poço deu muita água, estou muito feliz, não tenho palavras para descrever”, disse Reinaldo.

Até este sábado (24), a prefeitura de Lagoa Grande já perfurou 37 poços. Ao todo serão perfurados 100 poços, contemplando centenas de famílias do interior de Lagoa Grande. O programa é supervisionado pela Secretaria Municipal de Agricultura. Antônio Coelho, gestor da pasta disse que fica muito emocionado ao ver o sorriso ou as lágrimas de felicidades do agricultor quando jorra água do poço.

Vale destacar que o programa de perfuração de poços é executado com recursos do contribuinte lagoa-grandense

Foto: Isael Cordeiro

 

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support